Black-Friday

O faturamento do comércio eletrônico durante a Black Friday no Brasil chegou a 1,16 bilhão de reais neste ano, disse a empresa de informações sobre comércio eletrônico E-bit nesta segunda-feira, ligeiramente abaixo do previsto e guiado sobretudo pela alta do valor médio das compras.
O montante representa um avanço nominal de 51% sobre o resultado obtido no evento no ano passado, ante projeção inicial da E-bit de um aumento de 56%.

Na sexta-feira de descontos generalizados na Internet, foram feitos 2,2 milhões de pedidos online, bem abaixo da estimativa de 3,37 milhões. Por outro lado, o tíquete médio de compra subiu 32% sobre um ano antes, a 522 reais, ante projeção inicial da empresa de pesquisas de um patamar bem mais baixo, de 355 reais.

"A elevação do tíquete médio foi reflexo do aumento da confiança na data pelo consumidor", disse o diretor-executivo da E-bit, Pedro Guasti, que avaliou que o evento atingiu expectativas.

O desempenho final da Black Friday vem a público em um momento em que varejistas projetam um Natal fraco diante do encarecimento do crédito, inflação em alta e perspectivas ainda incertas para a economia, combinação que vem fazendo o consumidor manter a carteira no bolso.
A expectativa é que a temporada de compras de fim de ano, a mais importante do ano, mostre um avanço de vendas menor que o apresentado em 2013, no que será, segundo a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o ritmo mais tímido da última década./REUTERS

Foram registrados mais de 2 milhões de pedidos na Black Friday 2014. Na busca pela melhores ofertas, usuários aumentam em quase 500% acesso ao site do Buscapé. As ofertas atraíram 1,2 milhão de consumidores em todo o País, sendo que 18% desse público realizaram sua primeira compra online A Black Friday deste ano no Brasil resultou num faturamento de R$ 1,16 bilhão, o que representa um crescimento nominal de 51% em relação a 2013. A informação é da E-bit e refere-se às vendas realizadas somente na sexta-feira (28). Se formos considerar também as compras efetuadas na véspera, o valor chega a R$ 1,4 bilhão, 51% maior que o ano anterior, já que muitas das ofertas estavam no ar desde quinta-feira, ação que atraiu muitos consumidores por antecipação. - Leia mais em http://www.profissionaldeecommerce.com.br/e-commerce-cresce-51-na-black-friday-2014/

Sobre o projeto

O Programa Empresa Digital vem potencializar, fomentar e promover as micro e pequenas empresas goianas no mercado digital. O projeto tem uma proposta moderna e atual, aliando capacitação e acompanhamento.

A iniciativa é da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED) com o objetivo de capacitar empreendedores para a utilização da internet como ferramenta, aumentando suas oportunidades de negócios de forma sustentável.

Postagens Recentes

Twitter

Empresa Digital

Logo Minha Empresa Digital oficial

Superintendência de Micro e Pequenas Empresas
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED)
(62)3201-5517